Um bom provador de cafés especiais traz em si uma combinação de fatores que englobam, dentre outros, dom e treino. O dom remete à facilidade e perspicácia na identificação de aromas e sabores na bebida; e o treino se relaciona com a disciplina e recorrência na execução correta e sistemática da metodologia da prova. E a recompensa por tanta dedicação? O convite para participar de um grupo exclusivo de provadores; e o convite para integrar a equipe de juízes de um concurso de qualidade. 

PROVADORES DE QUALIDADE

Um bom provador de cafés especiais traz em si uma combinação de fatores que englobam, dentre outros, dom e treino. O dom remete à facilidade e perspicácia na identificação de aromas e sabores na bebida; e o treino se relaciona com a disciplina e recorrência na execução correta e sistemática da metodologia da prova. E a recompensa por tanta dedicação? O convite para participar de um grupo exclusivo de provadores; e o convite para integrar a equipe de juízes de um concurso de qualidade.

No mês de abril, Julio Ferreira, Q Grader responsável pelo controle de qualidade de cafés da Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Alta Mogiana, recebeu o convite para participar do evento do GQuality, realizado pela Nucoffee, que aconteceu no dia 11, em Franca, na Cocapec. O objetivo foi calibrar a análise sensorial pela metodologia da SCAA, além de realizar um café com um bate papo sobre o mercado e a perspectiva para a safra que chega. "Gostei bastante. Foram duas sessões de cupping com cafés comprados em nosso último concurso e de outras regiões do Brasil. Fique honrado em representar a AMSC neste evento" relatou Julio.

Também em abril, Gabriel Borges, Gestor da AMSC que vem se aperfeiçoando na prova de cafés especiais, foi convidado para integrar a equipe de juízes para eleger o café campeão da safra 2016/17 do II Concurso de Qualidade : Melhor café do Ano – Cafebras, realizado em Varginha. Todos os cafés participantes foram comprados pela Cafebras e apresentavam pontuação mínima de 84 pontos pela metodologia SCAA. O produtor do café campeão ganhará como prêmio uma viagem internacional para conhecer o comprador ou participar da feira em Budapeste na Hungria, caso o café tenha sido vendido para o Brasil. O vencedor será conhecido no dia 1º de maio.

Além de valorizar mais a qualidade desses profissionais como provadores, a participação da equipe da AMSC em eventos de tradings do segmento de cafés especiais é também um reconhecimento ao trabalho da Associação na identificação e colocação no mercado dos cafés especiais da Região da Alta Mogiana.

IMG 8942DSC 0375